Dicas e Dúvidas

Confira todos os nossos produtos na nossa Loja Virtual!

Fios e cabos são condutores elétricos, ou seja, conduzem a corrente elétrica para ligar eletrodomésticos, lâmpadas e outros itens que precisam de eletricidade. São geralmente feitos de cobre e revestidos com material isolante, como PVC e borracha nitrílica. O fio é composto por um único filamento. Por isso, é rígido e não pode ser dobrado. Já o cabo é formado por vários filamentos mais finos, que garantem maior flexibilidade. Assim, quanto mais fios dentro de um cabo, mais flexível ele fica. Não há diferenças na condução da corrente elétrica quando os fios e cabos apresentam a mesma espessura (ou seção). Por exemplo, um fio de 1,5 mm² e um cabo de 1,5 mm² têm a mesma capacidade de conduzir corrente.

Esse modelo possui grande flexibilidade e é muito usado para ligações de eletrodomésticos, como aspirador, e outros aparelhos mais profissionais, como furadeiras e máquinas de solda. São utilizados também no mercado automotivo. Os Cabos PP são formados por condutores de fios de cobre. Possui esse nome por ter duas capas de PVC, uma dentro da outra, podendo ter duas ou mais pontas internas para fazer a ligação. São bem resistentes e seguros. Esse cabos também podem fazer parte da decoração da sua casa, através de luminárias pendentes – bem em alta nesse segmento de iluminação. As medidas da bitola variam de 1 a 10mm². Seu revestimento pode ter a cor preta ou branca, mas as capas internas levam as cores de acordo com a norma!

Assim como os fios sólidos, estes cabos também são feitos de fios de cobre e isolados em PVC. Os cabos rígidos e flexíveis são os mais habituais e usados em diversas instalações elétricas – internas e fixas de luz, em residências, industriais, comerciais, entre outras. Possuem a mesma capacidade de condução de energia e indicações de uso que o fio sólido, no entanto, eles se diferenciam em sua flexibilidade. Os tipos mais comuns de espessura são até 750V e até 1000V. Para você comparar melhor: quanto maior a espessura do PCV, maior a capacidade de isolar a tensão elétrica. Cabos com 1KV (1000V), por exemplo, são mais usados em indústrias e entradas de rede predial. Cabos de materiais como Afumex são alternativas também eficientes de materiais isolantes desses condutores, com a vantagem da baixa emissão de fumaça e gases tóxicos. O que os difere do PVC, que em sua queima libera uma alta quantidade de gases, inclusive o clorídrico em contato com o fogo – a inalação dessa fumaça pode ser bem perigosa à saúde, inclusive sendo uma das causas de óbitos em incêndios. Os cabos flexíveis, por exemplo, são mais fáceis de serem manuseados, uma vez que eles deslizam nos eletrodutos. O que pode ser uma facilidade no momento da instalação, dependendo do caso e necessidade. Eles são compostos por fios mais finos e podem ser dobrados. Os tamanhos da bitola mais utilizados variam entre 1mm² e 25mm², mas podem chegar até 300 mm². Já os cabos rígidos são feitos da junção de fios de cobre torcidos. Possuem uma seção nominal de até 35mm².

Principais características dos fios São formados por um único filamento de alumínio ou de cobre; É mais rígido que um cabo, por isso pode se partir com facilidade em uma movimentação mecânica – por isso devem ser utilizados em circuitos onde não precisem ser dobrados nem movimentados, como instalações embutidas.
Principais características dos cabos Sua principal característica é ser formado por por vários filamentos condutores finos, entrelaçados; Mais flexíveis, suportam mais dobragens sem se partir e por esse motivo são utilizados em circuitos onde há a necessidade de que mude a posição e exposição à dobragem.

Os cabos elétricos e os fios de potência em baixa tensão são responsáveis por transmitir energia em circuitos de até 1000 volts; Cada fio ou cabo deve conter as informações gravadas: bitola, isolação, temperatura e nome do fabricante. Em caso de dúvida, não hesite em contatar os profissionais da loja de materiais elétricos Ponto do Eletricista, eles estão preparados para ajudar o cliente com o que for necessário. A Ponto do Eletricista dá a dica final: quando for adquirir fios e cabos para os seus projetos elétricos, não avalie apenas o preço, pois a qualidade é o que garantirá que suas instalações fique perfeitamente em ordem. Muitas vezes, preços muito baixos podem indicar material ruim e de procedência duvidosa.

Faça seu Orçamento Conosco ligue ou Agende uma Visita !